SUPERVISOR NÃO É PAGO POR HORAS, É PAGO POR RESULTADOS

Recebi um email que me questionava o trabalho do supervisor de loja. Por certo, tenho que afirmar que este papel ainda não é muito claro na maioria das empresas brasileiras. Então ouso aqui a tentar descrever um pouco deste trabalho nas lojas em que já desenvolvemos trabalhos:

É o supervisor que assegura o fiel cumprimento das metas fixadas pela administração de uma empresa supermercadista, garantindo que a operação tenham apoio e estrutura para ter o produto certo no lugar certo e na hora certa.

É bom esclarecer que o supervisor não é um cobrador de resultados. Quando se coloca na posição de cobrador, não tem sucesso na função. A postura que queremos do supervisor deve ser de alguém que traz e leva novas idéias. Ao mesmo tempo em que dissemina as estratégias da gestão da nossa empresa, também ouve e repassa reivindicações, problemas, sugestões e experiências dos vendedores que supervisiona.

O principal atributo que se espera do profissional supervisor que tem a missão de gerir o relacionamento entre a administração e a equipe de venda; é a capacidade de lidar com equipes, estimulando cada um dos integrantes a trabalhar de acordo com a estratégia da empresa.

Como líder, o supervisor deve conhecer profundamente a realidade de suas áreas de atuação e o trabalho de cada um. Para que isso aconteça, precisa de ter um grande senso de organização. Do contrário, vai ser difícil colocar em prática um plano de ação que contemple ao mesmo tempo as semelhanças e as diferenças entre as áreas que estão sob sua supervisão.

Outra característica fundamental que necessitamos de um supervisor é ter espírito competitivo. Precisa ter vontade de fazer as áreas se destacarem diante da concorrência. E se o objetivo é aumentar a produtividade dessas mesmas áreas, ele deve ser conhecedor do mercado onde atua.

O QUE SE PRECISA DE UM SUPERVISOR

  1. a) Ser o elo de comunicação entre piso de loja, a administração da empresa e o mercado.
  2. b) Disseminar e garantir o cumprimento de padrões e estratégias da empresa.
  3. c) Observar e avaliar o desempenho de cada loja e sua gerencia.
  4. d) Aumentar a produtividade das áreas.
  5. e) Observar o comportamento dos clientes e da concorrência.
  6. f) Liderança dos vendedores
  7. g) Pro atividade
  8. h) Espírito competitivo ao mercado
  9. i) Senso de organização
  10. j) Espírito de equipe
  11. k) Saber ouvir toda equipe e administração
  12. l) Conhecimento de mercado
  13. m) Controlador - sempre será a palavra de ordem para nós, e é nisso que investimos quando decidimos por uma supervisão eficiente

OBJETIVO

A responsabilidade básica pela gestão de pessoas em nível empresarial cabe aos proprietários. Aos mesmo, cabe a decisão sobre a dinâmica e o destino da organização e dos recursos disponíveis ou necessários. Quando é nomeado o supervisor, é delegado a equipe de piso de loja e gerentes de lojas.

Então passa a ter autoridade sobre a equipe de loja, ou seja, autoridade de comando e de decisão – a essa autoridade total corresponde igual responsabilidade em relação aos subordinados.

Mas para que não haja diversidade de critérios, de estilo ou de decisões, deve haver uma estrutura mestra para que haja coerência e convergência de interesses que propiciem uma direção, uma linha de ação para a equipe de loja.

Para isso faz-se necessário que você como nosso supervisor adéqüe a política de respeito e critérios relacionados com a administração de sua equipe: Como recrutar, selecionar, treinar e avaliar os profissionais.

Políticas: são regras estabelecidas para governar as funções e assegurar que elas sejam desempenhadas de acordo com os objetivos desejados. (Padrões já designados a equipe de loja).

A supervisão deverá significar a “face” da empresa diante da equipe de loja. Terá que conquistar e manter pessoas na empresa, trabalhando e dando o máximo de si, com uma atitude positiva favorável.

Veja o quadro abaixo a titulação do cargo em supermercados

1-Titulo do Cargo

Supervisor de Vendas

2-Objetivo principal do cargo

Alcançar as metas de vendas da empresa em todos os meses.

3-Objetivos secundários

Conseguir formar 01 profissional (líder) a cada 3 meses

ü Avaliar

ü Definir um Objetivo

ü Planejar

ü Executar

ü Acompanhar

4- Subordinado

Diretor Operacional

5-Deveres

Cumprir o roteiro estabelecido junto ao Diretor Comercial. Realizar o mínimo de 1 acompanhamento diário com gerente de loja. Conduzir sempre toda a linha de produtos e ofertas.

Fazer relatórios semanais. Informar mensalmente quanto à situação do mercado e atividades das concorrentes. Cobrança dos gerentes atitudes e instruções já estabelecidas..

6-Avaliação de Desempenho

Vendas atuais e metas por produto/mês. A atual e a meta de média de visitas, exposições da sua categoria por loja e formação de novos profissionais.

7 – Resultado

Melhora da participação por setor

Ederson Varejo

www.evarejo.com

3 comentários:

Anônimo disse...

Ederson, magnifico seu esclarecimento sobre esta função. Parabéns
Abraços
Magno M. Ribeiro

Anônimo disse...

Bom dia, eu trabalhei em uma ação temporária como supervisora, minha duvida é, após o termino da ação quantos dias eu tenho para receber o salário?

Att,
Mariana Estevao

Elizabeth Dossantos disse...

BOA TARDE MEU NOME É ELIZABETH, VOCÊ DIZ QUE É NECESSÁRIO UM DIA TODO DO SUPERVISOR NA LOJA, MAIS E SE EU DIVIDIR O DIA DELA ENTRE 2 LOJAS E ELA FOR TODA SEMANA ESSAS LOJAS. É RUIM??? O QUE VOCÊ ACHA???
PODERIA ME AJUDAR????

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Grants For Single Moms